Onde devo descartar meu lixo eletrônico?

Boa parte das pessoas possui em casa ao menos um aparelho telefônico antigo e/ou uma caixinha com pilhas, baterias e lâmpadas as quais não se sabe qual o descarte ambientalmente correto. Por isto, soluções para o descarte de resíduos eletrônicos têm se tornado cada dia mais uma necessidade da população, haja vista a velocidade com que a maioria dos equipamentos se torna obsoleto e são substituídos por novos, necessitando então de uma destinação aos eletrônicos antigos.

Os resíduos eletrônicos, em geral, possuem substâncias tóxicas como chumbo, mercúrio, cádmio e outras que podem causar contaminação ambiental do solo, água subterrânea e água superficial, além de representarem risco à saúde pública. Ademais, os equipamentos eletroeletrônicos são constituídos de diversos materiais que podem ser recuperados e retornados como insumos para indústria como, por exemplo, plástico, vidros e metais.

Isto posto, o descarte equivocado destes resíduos pode causar danos ambientais e impossibilitar a reinserção de materiais no ciclo produtivo. Tendo em vista a necessidade de garantir a destinação adequada, a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, disciplinou a gestão integrada e o gerenciamento de resíduos sólidos no Brasil, tendo como destaques a logística reversa, a responsabilidade compartilhada e a hierarquia de gestão (não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento de resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos).

Na maioria dos municípios, há pontos de entrega voluntária (PEV’s) para recolhimento de resíduos eletrônicos, os quais podem ser disponibilizados por grandes empresas, mercados, lojas, pela própria companhia de coleta de resíduos municipais entre outros. No entanto é importante que o gerador do resíduo esteja atento a quais eletrônicos podem ser descartados em cada PEV, pois pode haver diferenciação entre o local de descarte de pilhas e baterias e outros eletrônicos, por exemplo. Os resíduos coletados nestes PEV’s são encaminhados a empresas que realizam a triagem e reciclagem dos resíduos eletrônicos ou encaminhados aos seus produtores.